quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Ontem, Limbo no Baixo Gávea

Os portais do inferno, eu já os deixei abertos desde a hora em que sai de casa ontem as 19:00. Geralmente quando isso acontece e eu saio cedo assim, me torno vulnerável a qualquer tipo de má aventurança.
Com uma caminhada enérgica após um dia bastante saudável, eu cheguei rápido ao bucólico Baixo Gávea para encontrar o Léo, antigo tecladista da Maldita. Comemos uma Pizza, e pore u ter deixado as portas do inferno abertas, bebemos desenfreadamente. O mal do homem, e o meu meu mal é a bebida. Não ha no mundo nada que te deixe mais alegre e mais sucetível a vivenciar uma antiga tragédia greaga que a bebida.
O telefone toca e além do Lereu que também está com a gente, o meu advogado está chegando.
Conversas hebefrênicas como a de uma criança retardada em torno do show do System of a down, guardiões de portais do inferno incitando a multidão. Calígula tinha um cavalo chamado Incitatus, ele também estava lá. Cervejas e mais cervejas e cigarros e um gusto de merda na boca que certamente durará. Fala desenfreada, maneirismos e logorréias, me tornando uma caricatura de mim mesmo. Confusão? Alguém falou torto comigo? Era eu mesmo me mijando no banheiro. Conversas sem nexo sobre o Rock n Rio. Dor e frustração. O olho negro do mal marcando junto de mim e me observando cada passo, cada movimento, cada palavra.
Não me lembro como cheguei em casa. Só sei que cheguei. Hoje de manhã um bilhete. “Você deixou o gás ligado. Podia ter matado a todos nós”. Creio que foi dali que os demonios sairam. Do gás da cozinha, tubulações tão rústicas e das profundezas que chegam a fazer conexão com o inferno. Uma linha expressa do metro. Primeira estação Pandora, depois Tenebras, salta, faz uma baldeação no Limbo, pega para Malebolgia, depois para minha cabeça e possívelmente para minha morte.
Acordo 10:30 da manhã com o telefone tocando. É o Vidaut dizendo que vamos antecipar nossa gravação hoje as 15:00. Gravaçao do novo projeto da banda. Um projeto que se chama montagem por que ele é uma montagem de sons. Pego um copo de água, jogo uns comprimidos para dentro e me lembro dos Ramones que um dia cantaram “Hey How let’s go!”. Também lembro do cemitério e do dia da minha morte. Um pedaço da minha alma ainda está lá no baixo gávea sendo varrido pelo lixeiro junto com as garrafas de vidro e os flyers de eventos. Coisas que não consigo me lembrar. Alguém vai fazer um Vernisage hoje, mas acho que derrubei miha bebida no pé da namorada dele. Vozes do além me provocam, meu advogado diz que eu tenho que me movimentar, talvez seria melhor se eu começasse a fumar cigarros, ele me recomenda. Alguém grita no banheiro. O Lereu se atrasa.
É por essas e outras que a nota para a noite de ontem é 5.0

Biaxo gávea 5.0
Comportamento 5.5

12 comentários:

  1. Quero ouvir esse projeto...ansiosa!!
    No mais, beber é isso mesmo...faz parte!

    ResponderExcluir
  2. Primeira vez que você fala da banda aqui.. canibal>novo projeto da maldita >gravação> montagem, tudo isso me deixa com as orelhas em pé.. igual um cachorro quando vê o gato passando.

    E fumar cigarros acalma, ao menos me acalma.

    ResponderExcluir
  3. imagina se o charlie 98 sheen estivesse junto...

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. "Tem varios sintomas que admiro com as drogas", mas já que "o problema é que é difícil de raciocinar" sob o efeito delas, me mantenho longe sempre que minha força de vontade supera a força da vontade de 'deixar de ser' por um tempo.

    Tens voltado a delirar com a mulher azul, Erich? acredito que meu subconsciente tenha copiado este seu símbolo. Uma mistura de "Avatar", gueixas e futurismo. Mas ela é muda e telepata.

    ResponderExcluir
  6. "Com uma caminhada enérgica após um dia bastante saudável, eu cheguei rápido ao bucólico Baixo Gávea para encontrar o Léo, antigo tecladista da Maldita." : me fez dar um sorrisinho besta de 3 segundos - sou saudosista, fazer o que ?!

    Montagem ?!
    Ansi/Curi

    ResponderExcluir
  7. (...) O olho negro do mal marcando junto de mim e me observando cada passo, cada movimento, cada palavra. (...)

    O meu olho é um menino de 16 anos - idade que ele tinha quando se matou - que eu não ajudei. na verdade, o que eu fiz foi fazer ele sofrer.
    daí ele anda por aí congelado, ainda um adolescente... me condenando por eu ainda ser burra, não aprender certas coisas...

    ResponderExcluir
  8. Adoro acompanhar seu blog Erich, todos os dias dou uma olhada para ficar atenta às novidades hehe :)

    ResponderExcluir
  9. O Montagem é um projeto paralelo da banda que pode deixar muitos felizes, porém pode també, chocar aqueles que não tem senso de humor.

    Riptor, Desde que vi os Smurfs pela primeira vez, senti tesão pela Smurfete, a pitufa Azul. Depois veio a mística e a coisa foi apenas melhorando. Azul é a cor da depressão pós parto. Baby blue para os ingleses. Para mim, é uma cor bastante vigorosa.

    Estou saindo para o Show do Eric Clapton. Quem se interessar, amanhã postarei uma resenha aqui sobre o show.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Imaginem a cruza de um avatar com um humano.. ou um smurf com um humano. só escroto http://www.myconfinedspace.com/wp-content/uploads/2010/04/nsfw-avatar-sex-with-a-human.jpg

    ResponderExcluir