quinta-feira, 10 de junho de 2010

Auto biográfico Pt1


Aurora. Pássaros cantando, cachorros latindo, carros na avenida, quarto de hotel, número 1901, Porto alegre. Camareiras histéricas batendo de porta em porta perguntado – Arrumação? Algumas muitas pessoas se consideram mais aptas a trabalhar de dia, dizem que se sentem mais produtivas, no entanto, temos de concordar que isso é uma mentira tão falsa como vídeos de autópsias de E.T liberados pela cia. A única coisa que de fato, é mais produtiva de manhã, é o sexo. Se este for praticado por casais que já estão juntos à muitos anos e querem tentar coisas inovadoras como empalar o seu, ou sua parceira em um plano totalmente pragmático, limitado, real e matinal, poucos minutos após deixar o surrealistico mundo onírico das fantasias e dos desejos aonde como sabemos, tudo é possível. Acho que já deu para entender o meu ponto, eu odeio acordar, e muito menos ser acordado. E é por isso que com a mais doce ressonância de minha voz estridente eu lanço pelos ares um sutil Vai à merda quando a histriônica pergunta pela décima vez, arrumação. Não sou arrumado, nunca fui. Arrumado, organizado, planejado, executado, informado. Nunca fui ou obtive nenhum desses adjetivos, embora eu tenha tentado uma vez aos vinte anos, quando entrei para a faculdade de administração. Não durou nem um semestre. Não sou arrumado, não gosto de quem é organizado, não gosto de acordar e faço de tudo para esquecer o passado. Mais precisamente o que aconteceu ontem, ou para quem estou ligando nesse momento, que me esqueço o nome e sou obrigado a desligar na cara quando diz alô. A esse problema, eu sei, o neurologista chamaria de amnésia retrógrada. Causada pelo uso de longa data de psicoativos, misturados com álcool, internet e longas viagens de trem e avião ( ver viagem a Aswaan) . O outro tipo de amnésia, a anterógrada, eu esqueci. É certo que minha cabeça não funciona muito bem, sofro ilusões mnêmicas, acrescento elementos falsos aos verdadeiros, invento elementos falsos que nunca existiram, alucino quando sofro rebaixamentos de consciência, já estive em um coma induzido por anestésicos de elefantes. Quando não me lembro de nada elaboro confabulações magníficas que fariam Freud querer escrever a interpretação dos sonhos volume dois. Vivo novas descobertas todos os dias acreditando viver em primeira pessoa coisas que vi em terceira pessoa, como um filme, um livro, ou uma idéia emprestada de um amigo. Criptomnésias, ecmnésias , lembranças obscessivas, tabus, amuletos e drogas, tudo aqui, mal arrumado e desorganizado em meu cérebro ramificados em diferentes áreas que os estudos da frenologia poderiam ramificar por números. As áreas 18 e 19 são as secundárias da visão. A 34 é a do pau.

12 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Tarde, mas enfim lido. PS: Eu sou organizado.

    ResponderExcluir
  3. Porto alegre!

    legal, erich se lembra de porto alegre.

    ResponderExcluir
  4. mto bom hauhauhauhauhauhauhhua

    ResponderExcluir
  5. Apoiado \o/ , afinal organizações são inuteis
    se no final tudo fica dessarumado outra vez

    gostei da foto *.*

    ResponderExcluir
  6. é do caos que nascem as coisas mais bonitas

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. "Quando não me lembro de nada elaboro confabulações magníficas que fariam Freud querer escrever a interpretação dos sonhos volume dois..."

    huum,iso seria mto interessante...um A Interpretação dos Sonhos Vol.2 :)

    ResponderExcluir
  9. "não gosto de quem é organizado, não gosto de acordar"
    Entendo

    ResponderExcluir
  10. Pois bem.

    Eu fui a um show do Gerson King Combo, paguei pau pro Viadaut, o Gerson disse que ele tocava na maldita. "Maldita. Bom nome", pensei. Fui catar. Já tinha ouvido falarem da Maldita, mas sabe aquela coisa? "to com preguiça de procurar". Aí nesse domingo, não tive preguiça. Eu até gosto de rock, dos mais palatáveis. Não é fácil gostar de coisas malditas. Mas como as benditas não existem...

    Foi fácil cair por aqui. Foi ótimo ler o release de Nero. Foi ótimo ler esse texto. E achei uma sacanagem te conhecer quase do avesso e não dizer, pelo menos, oi.

    - Oi! Eu tbm não sou organizada. Não gosto de quem é. Não gosto de pessoas exatas, milimétricas,sem arestas. Elas são mentirosas. Eu já tentei ser assim. Passei anos pagando análise pra chegar no fim e eu ser obrigada a conviver com quem sou. Hoje eu gosto da minha bagunça.

    Até!

    ResponderExcluir
  11. "Não gosto de pessoas exatas, milimétricas,sem arestas. Elas são mentirosas. Eu já tentei ser assim."

    Para viver organizadamente sem se sentir como um animal enjaulado, se deve ter uma alma animal organizada.

    PS: Eu não gosto, nem pratico a mentira verbal ou espiritual. Ou não sou organizado, ou sua regra é falha.

    Minha animalidade tem padrões e horários. Repouso com tudo construído, funcionando quase que perfeitamente e volto para minha toca caótica mental. É uma organização, é uma desorganização, mas nada mentiroso, falso ou podre.

    Nenhuma referencia a Dionísio, mas não é algo que Nietzsche desprezaria.

    ResponderExcluir
  12. Ou vc não é organizado ou vc acabou de corroborar minha hipótese!

    :)

    ResponderExcluir